Logotipo do Dia da Música

Paulo Barroso

MPB

São Paulo, SP

Aceita tocar na própria cidade

Integrantes

  • Paulo Barroso - Vocal

Onde já tocou

São Paulo, Interior, Rio, etc...

Site do artista

Biografia

Álbum duplo “As Marés” de Paulo Barroso

Após um hiato de 35 anos, o artista lança e divulga seu segundo trabalho autoral

Paulo Barroso é um dos grandes compositores brasileiros ainda desconhecido do grande público. Também músico e intérprete, já dividiu o palco com ninguém menos que Elis Regina, João Bosco, Fagner e Gonzaguinha, entre outros grandes artistas. O seu primeiro álbum “Vozes da Cidade”, LP em vinil, um dos primeiros independentes lançados no Brasil (1980), que contou com as participações especiais de Dominguinhos e Lanny Gordin, foi elogiado pela crítica e bem executado nas rádios. Participou do Show “1º de Maio” em São Bernardo, em prol dos Metalúrgicos do ABC para um público de mais de 5 mil pessoas. Cursou Composição e Regência pela Faculdade de Música da UNESP. Foi premiado em vários festivais, incluindo o Festival da ACM e participou de muitos programas de TV da época. Apresentou-se na Mostra dos Independentes no Teatro Pixinguinha e no show pela reconstrução da UNE, no teatro da GV. Já neste século, lançou os CDs “Onde Mora o Samba” e “Lembrando Tom Jobim, gravados ao vivo no Centro Cultural SP, como músico e produtor.
Depois de mais de três décadas do primeiro disco, o projeto de um novo álbum autoral torna-se realidade. Paulo Barroso acaba de lançar oficialmente seu álbum duplo "As Marés", além do site oficial do artista (www.paulobarroso.mus.br), do making of e o clipe da música de trabalho (ambos no canal do artista no Youtube: www.youtube.com/channel/UCB34vBcSnt0Xb48ZMKHtsog). O álbum conta com dois CD`s: "Maré Brava" e "Maré Mansa", com 28 canções dos mais variados ritmos e estilos, misturando nossa brasilidade com influências globais. “A variedade do meu trabalho vem do fato de eu gostar de todos os ritmos e estilos musicais, nacionais e estrangeiros.  Costumo dizer que componho inspirado nos discos da Elis Regina, que cantava músicas de vários compositores diferentes", explica o artista.
O tema "As Marés" surgiu naturalmente porque, além das canções que falam abertamente das marés, dos mares e das fases da lua, metaforicamente o repertório aborda várias fases da vida do nosso planeta, do nosso país e das nossas vidas. O álbum também se destaca pela qualidade dos arranjos e interpretações. Além de Paulo Barroso, há ainda as participações especiais dos intérpretes Deise Capelozza, Cordeiro, Susie Mathias, Conrado Pera, Guerreiro, João Marques e Helen Torres e de músicos do mais alto gabarito. Arranjos primorosos de cordas e sopros de João Bittencourt. A concepção gráfica seguiu o mesmo tema, através do quadro em aquarela de Luiz Afonso, e com um formato inusitado: capa dupla tamanho LP (Vinil), com capa, contracapa, miolo (onde os CDs são encaixados) e dois encartes com as letras e fichas técnicas.
O que o público pode esperar do álbum “As Marés”? “Baseado na opinião das mais de 500 pessoas que já ouviram o disco, de que ele é um trabalho diferenciado, acredito que todos irão gostar, principalmente pela variedade de ritmos, arranjos e interpretações” , finaliza Paulo Barroso.

”Acabo de ouvir o álbum As Marés do cantor e compositor Paulo Barroso. Ao mesmo tempo vigoroso e lírico, o disco é variado em ritmos – samba, balada, valsa, toada, frevo – e repleto de belas canções e achados poéticos. Trabalho autoral verdadeiro, música brasileira de qualidade.”
Eduardo Baptistão (cartunista do Estadão e profundo pesquisador da MPB)

Ver mais

Shows

Ainda não há shows confirmados ou em negociação

Ver mais

Playlist do artista

Eu Vi ela na Viela

Samboicote

Ver mais
×

Baixe o aplicativo do DDM

Com o aplicativo do evento fica mais fácil de acompanhar os shows próximos a você.

Dúvidas/FAQ