Logotipo do Dia da Música

Além do circuito apoiado, outros 24 palcos participam em 10 cidades

Em 2017, o Dia da Música teve mais de 350 palcos inscritos, dos quais estamos apoiando 70 em 22 estados. Foram muitos inscritos e não houve como apoiar a todos com o fundo disponível nesta terceira edição do festival. Mas alguns palcos decidiram continuar com a produção dos shows e irão participar do circuito no dia 24 de junho. Serão promovidos mais de 70 shows em 10 cidades.

Conheça um pouco sobre eles:

Começando pelo Rio de Janeiro, o Coletivo Machina se propõe a mostrar bandas da cena stoner nacional com shows de Lunares, Blind Horse e Son of a Witch. O Quintal do Miguelito leva o eletrônico e pop ao Recreio dos Bandeirantes com as bandas Labibe e MSARRAFF. E na Tijuca, o Pub Panqs planejou uma noite de muito blues e rock com Bruno Perez e banda. No centro da cidade, o palco Multifoco promoverá o pop rock e rock alternativo com as bandas Hugo Ardilha, Menezes, Kali, Pedro Gama, Casavera e Cübüs.  Também no centro, o palco Bar do Nanam/Beco das Artes convidou a banda Labibe para apresentar seu som, que mistura hip hop com música eletrônica.

Já em São Paulo capital, o palco da Howlin’ Records também estará no Largo da Batata, juntamente com o palco apoiado Sinewave, promovendo uma batalha de sons extremos e experimentais. Ali perto, mais tarde, a Casa do Mancha recebe Juçara Marçal e Cadu Tenório, contemplado com o Prêmio de Incentivo à Circulação da Música RJ, apresentando o elogiado álbum Anganga. Também em Pinheiros, na Oscar Freire, o Baderna Bar convidou as bandas Caraná e O Saruê para tomarem conta de seu palco. O palco Praza Elás Rrejina, no Butantã, convidou a Banda os Talentosos of the World, que mistura sons brasileiros como forró e samba. E por último, o palco Voz do Underground leva o metal da banda Cronos N.T para a Av. Eusébio Matoso.

No centro da cidade, na Trackers, o Palco Black Embers Fest faz noite dedicada à música experimental, ao metal e ao rock alternativo com sete atrações: Kid Foguete (SP), Surra (SP), Aphorism (BA), Travelling Wave (SP), Siege of Hate (CE), Guro (PR) e Frieza (GO).  

Na zona leste, o palco Sede Grupo Rosas Periféricas tem uma programação que vai do rap ao eletrônico com seis artistas do estado: Rodrigo Goes e Armatese, Carlos Patricio, Nina Oliveira, A’s Trinca, DMN e Fuga Operária. E no ABC, o palco Jailhouse 2 apresenta o rock clássico cheio de riffs grandiosos da Vênus Café.

Em Belo Horizonte, a região do Barrero terá, além do palco apoiado na Pista de Skate, os palcos Barrero Rock (praça Cristo Redentor), com 5 atrações locais que passam pelo pop rock, metal e rock’n’roll classico, e o Barrero Congado (praça da Febem) com a Irmandade Moçambique Nossa Senhora do Rosário. Em Juiz de Fora, o palco Cai & Pira terá uma programação que vai do jazz ao samba. E na cidade de Santana do Riacho, o palco Dente de Leão levará muito choro e forró para a praça Serra do Cipó. 

A artista Karine da Cunha abre o seu espaço KaLi - Yoga. Meditação e Terapias em Canoas, Rio Grande do Sul, para a apresentação de mantras inspirados na música indiana, produzidos por artistas locais e criados para elevar a consciência guiando práticas de meditação e Yoga.

Na capital do Amazonas, o palco Galpão Restaurante da Terra apresentará quatro artistas da cidade, que vão do forró ao experimental: The Mones, Dona Celeste, Escândalo Fônico e AmbrisiA.

Complementando a programação apoiada do Ziggy Hostel Club, em Belém o Espaço Cultural Apoena realiza shows dos artistas Everton MC e Pelé do Manifesto e Cana Roots Reggae.

O palco Dubliners Irish Pub, em Salvador, que ano passado fez parte do circuito apoiado, apresentará quatro artistas que vão da música eletrônica ao rock instrumental. São três bandas da cidade: Aurata, Astralplane, Soft Porn e uma de Brasília: Tertulia na lua.

As ruas do Recife Antigo serão tomadas por mais três palcos, além do apoiado Rock na Calçada, com uma extensa programação cheia de sons regionais, experimentais, metal, jazz e indie rock: o Cubo8 Festival, o Burburinho (Palco Cena Recife) na Rua Tomazina; e na Vigário Tenório, o palco Fusão Cena 8.

 

Veja também a programação dos Palcos do Conselho Curador no Rio de Janeiro e em São Paulo e dos Palcos Apoiados:

 

- Mais de 70 shows gratuitos no Rio de Janeiro

- Mais de 100 shows gratuitos na cidade de São Paulo

- Nove palcos no Interior e Grande São Paulo

- Dezesseis shows gratuitos na região Norte

- Sete palcos no Sul

- Cinco palcos em Minas Gerais

- Mais de 50 shows gratuitos no Nordeste

- Quatro palcos no Centro-Oeste

- Som de Fogueira, no Espírito Santo

 

Escolha os seus shows preferidos, crie seus roteiros e convide seus amigos! :)

×

Baixe o aplicativo do DDM

Com o aplicativo do evento fica mais fácil de acompanhar os shows próximos a você.

Dúvidas/FAQ