Logo do Big Dia da Música

Lui Coimbra

Instrumental, MPB, World Music

Rio de Janeiro, RJ

Aceita tocar na própria cidade

Integrantes

  • Lui Coimbra -
  • Gabriel Geszti - Teclado

Site do artista

Biografia

LUI COIMBRA é violoncelista e cantor, violonista e arranjador, instrumentista de múltiplos dons e personalidade própria. LUI é também compositor de talento e é isto que nos mostrou seu primeiro cd solo, “OURO e SOL”.
Conjugando a erudição do violoncelo, instrumento que o consagrou, ao canto da sonoridade de um país de matizes diversos LUI faz cuidadoso garimpo num cadinho de baticuns, canções , cirandas e poemas e coloca na mesma roda Capiba e Quintana. O trabalho de LUI traduz a busca por uma MPB étnica e ética, que absorva influências buscando sua universalidade mas que mantenha suas raízes bem aprofundadas no fértil solo das manifestações populares brasileiras.
O disco “OURO E SOL” na imprensa:

"Poesia de Sons Contemporâneos”
O violoncelista , que também é cantor , estréia em disco solo mesclando o nordestino Capiba com poemas musicados de Mário Quintana, alternando folclore revisitado com a carioquice contemporânea de Pedro Luís e dividindo com Zeca Baleiro uma versão de "Fields of Gold" de Sting. Lui constrói um conjunto harmonioso... A voz doce e bem postada combina bem com o violoncelo... O Brasil tem em "Ouro e Sol" um retrato colorido, com enquadramentos originais e inusitados e um rigor técnico de Sebastião Salgado. Só que mais colorido e mais leve.
Kiko Ferreira - jornal "Estado de Minas"

"Ouro e Sol”
Com este ótimo cd de estréia, Lui Coimbra entra na tradicional linhagem dos "cantautores" brasileiros... Lui entra no clube com o violoncelo a tiracolo. Mas sem nenhum ranço erudito - um violonceleiro, como ele mesmo se classifica. Em músicas próprias, como a inspirada "Flores de Amsterdã" o cantor firma os pés num som regional-universal.
O refinamento da sala de concerto em chão de terra batida.
Leonardo Lichote - O Globo On Line –
"Lui Coimbra estréia com Ouro e Sol"
… Com repertório calcado no popular brasileiro da mais pura origem, arranjos de alta qualidade, excelentes composições próprias e uma interpretação vocal madura que equilibra técnica e emoção, Lui prova com competência que é possível injetar bom gosto em um produto de fácil assimilação pelo público…
Estréia rara esta de Lui Coimbra, que consegue em seu primeiro cd atingir patamares de qualidade só alcançados por artistas consagrados e assim mesmo depois de muita estrada.
Diário do Pará

"Ouro, Sol e Lui
Lui Coimbra é um violonceleiro. Cantor e compositor carioca, filho de mineiros, carrega no rítmo e no sotaque uma generosa herança das montanhas... Músico elegante, seu violoncelo é suave e sua voz é bonita. Lui também é um compositor de amplos recursos , capaz de musicar com maestria poemas como os delicados Astrologia e O Idiota da Aldeia do mestre Mario Quintana.
É o primeiro (disco) do artista, o que nem dá para acreditar.
Confiram.
Luis Pimentel - jornal "O Pasquim"-

"Combinação perfeita
Lui Coimbra lança seu primeiro e ótimo cd solo, misturando cello e zabumba... "Ouro e Sol" merece aplausos por juntar música de qualidade, que tem tudo para cair no gosto popular, e um cantor e tanto."
Luiz André Alzer - Jornal "EXTRA" -

Ouro e Sol - crítica
Um dos músicos mais requisitados para participações em disco, o violoncelista Lui Coimbra estréia como cantor neste CD de tonalidade étnica. Lui passeia por cirandas, temas folclóricos (Peixe Vivo) e acerta ao musicar dois poemas de Mário Quintana, Astrologia e O Idiota desta Aldeia (com Admar Branco). A faixa-título é versão de música de Sting. Tudo costurado com uma sonoridade delicada.
cotação **** (ótimo)
Mauro Ferreira - O Dia On Line –

"Quando o músico se assume cantor
... Lui partiu de sua voz suave para gravar "Ouro e Sol" . A voz e a instrumentação são responsáveis pela unidade que possibilitou juntar Capiba e Sting no mesmo disco. Mas não apenas Capiba, que ganha arranjo sofisticado, e Sting entram neste balaio inspirado. Mário Quintana teve dois poemas musicados pelo violoncelista. Lui também apresenta composições próprias como "Estrela do Oriente", com participação de Naná Vasconcellos ..." João Pimentel - jornal "O Globo" -
Lui Coimbra estréia em CD
"Ouro e Sol" , do carioca Lui Coimbra , é uma das maiores surpresas fonográficas da música popular brasileira dos últimos tempos.
Pelo colorido nordestino que carrega e pela presença de um exímio instrumentista, arranjador, cantor e compositor. O fato de Lui Coimbra tocar violoncelo e cantar ao mesmo tempo, num disco de estréia, é um diferencial a seu favor…
Michelle Assunpção – Diário de Pernambuco –

Guarde bem esse nome - Lui Coimbra –
Ainda vamos ouvir falar muito nele
"Flores de Amsterdã" ( composição de Lui ) é de uma beleza indescrítível, assim como "O idiota desta Aldeia", poema de Mário Quintana musicado por Lui. A composição "Onde mora o Sol" é de lagrimar de tão bonita… "Peixe Vivo" vem num arranjo perfeito, tem sanfona, guitarra com wa-wa e percussão eletrônica, dando um tratamento world music bacana.
Uma obra rara de se ouvir hoje.
Se eu fosse você que está lendo esta matéria, sairia zimbado para comprar esse disco.
Toni Soares – Diário do Pará –

Ver mais

Shows

Ainda não há shows confirmados ou em negociação

Ver mais

Playlist do artista

Ultimo Romântico

O Violeiro

Flores de Amsterdã

Ouro e Sol

Astrologia

Peixe Vivo

Fazê o que ?

Morena Vem Ver

Outras músicas: Melodia Sentimental, Lua Branca, O Escândalo da Rosa

Ver mais
×

Baixe o aplicativo do DDM

Com o aplicativo do evento fica mais fácil de acompanhar os shows próximos a você.

Dúvidas/FAQ